segunda-feira, 26 de junho de 2006

Dias assim...


Há dias em que tudo corre mal.
Dias em que perguntamo-nos "porque é que saímos de casa"?
Em qualquer passo que damos, a sensação é que vamos tropeçar a qualquer momento.
Em qualquer coisa que façamos, temos o precentimento que vai tudo correr mal....

Evito trabalhar.
Impossivel. Impossivel parar.
Mas tudo corre mal.
E o pior é quando temos coisas importantes para dias em que "tudo corre mal"...

Faço de mim próprio o meu refúgio.
Faço, nos meus pensamentos, o pôr-do-sol.
O sol põe-se. Que venha a noite!...
... já que estou num dia em que tudo corre mal.

3 comentários:

JoaoPedro disse...

When everything goes wrong... just think it could be even worse! ;)

Tiago Krug disse...

É em dias como esses, em que parece que corre tudo mal, que me costumo lembrar de um pequeno texto de que gosto muito.
Chama-se "A mancha" e conta-nos uma pequena e bonita história:

"Um professor de filosofia subiu à sua cátedra e, antes de iniciar a aula, tirou da sua pasta uma grande folha branca com uma pequena mancha de tinta no centro.
Dirigiu-se aos alunos e perguntou-lhes:
- O que é que vedes aqui?
- Uma mancha de tinta - respondeu um.
- Certo - continuou o professor. Assim somos nós, os homens. Somos capazes de ver as manchas, mesmo as mais pequenas, e não vemos a grande e magnífica folha branca que é a vida."

Acho que esses dias em que nos parece que tudo corre mal, são aqueles em que temos mais dificuldade em reparar na grande folha branca.
Porque para além da mancha, há tanto em nosso redor que nos faz sorrir, não há?

Abraço!

[O poema realmente ficou muito bem. Não é bom olhar fixamente para a mancha, mas realmente temos de observa-la também para a podermos perceber e resolver, e escrever ajuda sempre a faze-lo! =)]

Sónia disse...

Gostei... gostei da levza e simultaneamente a seriedade com k falas de certas coisas, gostei da maneira como escreves, gostei da apresentação geral do blog...

Keep the good work ;)