domingo, 24 de junho de 2007

Hoje




Hoje é tempo de reflectir. O sol está a pôr-se, e nada melhor que estes momentos para reflectir.

Mais um ano que passou. Não, desculpem. Minto. Não foi mais um. Foi O ano. O último.

Ir para férias sabendo que para o ano não vou voltar para as aulas com as mesmas pessoas, na mesma turma, sentados lado a lado, é um bocado angustiante. Férias são férias, mas o ano que aí vem assusta-me. Vou sozinho para um curso que vai definir o meu futuro. Sozinho.

Vejo a música ao longe: avisam-me que para o ano não irei ter muito tempo para outras coisas senão faculdade. Não consigo ouvir isto. NÃO! Eu QUERO ter tempo. Sentir aquela liberdade de outrora, dizerem-me: "Queres ir ali?" e eu poder dizer "SIM!".

Hoje é tempo de preparar. Descansar. Não pensar. O sol está perto do fim do horizonte.

12 anos. Tanto e tao pouco, longos mas rápidos. Desespero. Recordo a ansiedade que eu tinha, no 9ºano, em chegar ao 12ºano. E cá estou. Puf. Nada. Agora quero é voltar para trás.

"Nada?" diz-me ele. "Chamas a isto nada?"

Calo-me. No fundo ele tem razao. "Inevitablidades" da vida. Crescer.

Contudo, será impossivel não olhar a luz que brilha no meio deste imenso cenário escuro. A luz que não me faz desistir, mas olhar em frente e sorrir.

4 comentários:

Tiago Krug disse...

André!
É agora que a vida vai começar a saber realmente bem! =)
Até agora só estavas a aprender o mínimo necessário para a viver em sociedade! =P
Mete um sorriso na cara e vai em frente!
Tens centenas de histórias lindas por viver.
Vais ver se não é!
E o tempo... O tempo será o mesmo, passas é a ter de saber equilibra-lo melhor! =)

Grande abraço!

Tiago

MAGA disse...

estás a deixar-me deprimida!!!

Cacao disse...

aaaah, nao sabes como eu te percebo.
nao é qe ja esteja a acabar o 12º, pq nao estou. Mas simplesmente sei que depois deste 12ºqe aí vem, vou etar onde estás agora.
Lembro-me tal como tu de ser mais nova e ansiar pela faculdade. Mas agora... vou-me perguntando p q faculdade irei, se conseguirei entrar, quem entrará comigo, se irei sozinha, se vou preferir à escola, se vou detestar, se vou finalmente brilhar.. Vou pensando na infinidade de coisas que podem acontecer até que me apercebo qe.... é impossível prever este futuro tão próximo. Posso apenas especular. E por agora, prefiro nem o fazer. estou muito bem nas minhas férias, obrigada. Tenho que aproveitar ao máximo, ainda por cima com o Jamboree de certeza que vão ser uma das, senão AS melhores férias de sempre.

E é isto que te digo, André, e/ou Pedro: não penses nisso agora. aproveita as férias, descansa, passa tempo com ela. vai-te preparando para a mudança, mas não estejas completamente preparado. Deixa-te imperssionar e "go with the flow", porque só podes saber o melhor caminho a seguir quando LÁ estiveres.

Não te assustes.
Não tenhas medo.
Não ponhas o pé atrás.
Não dês já o passo à frente.
Simplesmente aproveita esses infinitésimos de segundos em que o teu pé já não está atrás mas ainda não deu o novo passo. Aproveita esses breves momentos. Vão-te parecer muito mais do que um simples novo passo em frente.

;)
Grande beijinho!

Lucy disse...

Don’t look back into the sun
Now you know that the time has come
And they said it would never come for you