sábado, 2 de junho de 2007

Viver

7:45 Acordo repentinamente. Ás 11 iria ter mais uma audição de órgão. Mais uma audição que me andava a moer a cabeça, a por o estomago a dar voltas, pronto, o costume.
Obviamente que a minha paciencia estava esgotada.
9:10 Encontro-me no Instituto Gregoriano de Lisboa para ensaiar as peças que iria tocar. Os nervos aumentam, a estupidez tb, mas as peças, felizmente, estavam a sair bem no ensaio.
Olho nervosamente para o telemovel, para saber as horas....
11:00 O concerto começa. Eu sou o último. Os meus colegas vao tocando, a minha vez aproxima-se.
Quase todos se enganam uma ou mais vezes na peça. Penso: "tou tramado".
11:40 É a minha vez. O Ricardo acabara de tocar, e a seguir a ele era eu. Pego nas partituras, sento-me. Suspiro. Um turbilhao de ideias e sentimentos passam-me pela cabeça. O meu lado-oculto grita-me: "TOCA!". Continuo parado, com a cabeça ligeiramente inclinada para a frente. E de repente, toco. Saiu-me, da mente para os dedos, dos dedos para as teclas, das teclas para os tubos. E eles gritam o que eu cá dentro grito. E de repente, acabou. Sim. o último acorde soa a despedida. Foi mágico.

19:00 Missa dos escuteiros, deu para "terminar" o dia a rir (desculpem :)! ).

20:30 Revejo o video da minha peça. Os tubos a gritar, eu a "correr", acho que correu bem. Como disse a minha mae: "Tu viveste a música". Mas eu nao vivi, eu vivo a musica. Eu e todos aqueles e aquelas que tem o privilegio da estar na melhor escola de música do país: IGL.
Gritavam um so nome. Gritavam o que eu grito.

4 comentários:

Cacao disse...

o q vale é a q missa dos escuteiros entrou nesta descrição do teu dia. mas eu sei pqe é q foi motivo p acabar o dia a sorrir. eu sei, eheh. tu e a outra pessoa também sabem.
enfim

não pegámos fogo às letras das músicas com as velinhas na procissão. já nao tivémos tema p escrevr no blog. qer dizer... tu tiveste, e tens. mas ainda nao escreveste directamente sobre isso.
er.... estou aqi com rodeios, espero q percebas. mas só nao o digo directamente pqe se tu não o fazes, qem sou eu? e depois ias ter q apagar este comment, e isso é q nao:P

gosto do teu blog. tenho pena não ter inspiração (ou coragem) para escrever no meu tão frequentemente. é q há tanta coisa q gostava d escrever mas...
há sempre um "mas"...

beijinho.
parabéns pelo concerto.
deve ter sido um estrondo.

Jay disse...

Belissimo post rapaz.
Dps quero ver a gravaçao ;)

Abraço

Gervasio disse...

Deves pensar que eu como gelados com a testa. Enfim, gostei das filmagens q vi, ja te tinha dito?

magui disse...

IGL!!!!! =)