domingo, 26 de outubro de 2008


Um dia saberei exprimir o hino à vida que sinto em mim.

Apesar de toda a agitação semanal, ainda sou acordado durante a noite para conversas.
Ainda me abanam, e dizem: "Hey, pst, André...", e eu acordo, partilho histórias e ideias, e adormeço melhor.

O dia começa cedo, e acaba tarde. Mas no meio das 12498 coisas que se tem para fazer, há sempre tempo para tudo.

Chegar ao fim do dia cansado, mas com sabor a missão cumprida é muito bom.
É sinal de que há um hino à vida.

5 comentários:

Tiago Krug disse...

Nem mais.
E o mais incrivel é que cumpres a missão com esse sorriso.
E tudo tem o seu tempo.
Grande Abraço!

Tian

Anónimo disse...

Nunca te esqueças que nesse hino à vida existe em ti, está associado de forma obrigatória o hino ao amor.
Continua com força.
Beijo grande...
:)
Paula!

lena disse...

Diria que um dia saberás exprimir ainda mais o hino à vida que sentes em ti...
Tu próprio és parte desse hino :)
Beijos
Lena

Cacao disse...

nao gosto da expressão "Hino à vida", por mais belo e amarelo q seja. Se bem q percebo o qe qeres dizer. Mas é muito....cliché!...
(Os comentários nao teem q ser sempre palmadinhas nas costas, nao é ? :) )
beijinhos!

"Chegar ao fim do dia cansado, mas com sabor a missão cumprida é muito bom.", MEEEESMO

luis disse...

?? as vezes ha textos teus que eu não percebo mesmo... :( ou se percebo foco tipo "what?"