sábado, 8 de novembro de 2008

Reflexão


Tempo de reflectir.

Tempo de saber destruir sonhos.

Mas tempo de pensar que é verdade:

"Deus, pelo poder que exerce em nós, é capaz de fazer mais, imensamente mais do que possamos pedir ou imaginar. Glória a Ele, na Igreja e em Cristo Jesus, em todos as gerações, pelos séculos dos séculos. Amen." Ef 3, 20-21

Mas afinal, que Queres que eu faça? Aonde me Queres levar? Dizem que Tu nao falas, apenas sussurras, mas ás vezes penso que nem isso fazes. O pior é que moves "exércitos" à minha frente, e nao dizes nada.

Confesso que por vezes nao percebo os Teus códigos. Ou sou muito burro, ou nao consigo decifra-los. Nao me zango por isso, apenas acho que já começa a ser tempo.

Sim, imagino o Teu olhar sobre o meu, e dizeres calmamente: "Espera."

E eu espero.

E enquanto espero, vejo coisas a serem-me tiradas, outras a entrarem na minha vida, e tudo sem nexo algum.

E sei que tudo um dia mais tarde fará sentido, por Tua causa.

É tempo de destruir sonhos. Custa. Imenso.

5 comentários:

Tiago Krug disse...

Custa imenso...
Mas e se o sonho for o mesmo, mas com outras pistas?
O sonho é uma particular e concreta ou coisa geral com certos moldes?
Há coisas que o sofrer nos mostra que fabamos fazer.
O quanto nos entragamos, o quanto amamos, o valor que temos pelo que Somos.
Custa imenso...

joti_amaro@blogspot.com disse...

Não penses, não reflitas sobre tudo aquilo que sabes que não vale a pena. Ele sabe guiar-nos por onde quer e perdes tempo apenas ao tentar perceber. Deixa-te ir e sê feliz com aquilo que vives. Sê sempre fiel a ti mesmo, ao teu coração, àquilo em que mais acreditas. Por mais absurdo que seja, existe só pelo facto de acreditares muito. E, de resto, vive sem pensar no quanto custa. Abstrai-te disso. Não penses no que sofres, pensa antes no quanto és feliz quando o não fazes.
É isso que faço e, quanto mais te mentalizares que é assim, mais se te torna intrínseco.

Anónimo disse...

Os sonhos não se destroem!
Os sonhos não se percebem!
Os sonhos transmitem-nos esperança!Os sonhos ajudam-nos a crescer!
Os sonhos nascem em nós, mas não se explicam!
Os sonhos não se tornam todos realidade!
Aqueles que se tornam reais, são aqueles que têm que ser!
Muitas vezes até são aqueles que nunca sonhamos ou imaginamos!
Nada sai ou entra na tua vida por acaso, se ainda não descobriste o porquê, tem paciência, quanto menos esperares vais saber.
Não fiques à espera, a vida tem tantas coisas para ti, vive-as, uma de cada vez.
Existem momentos na vida em que a pessoa humana não consegue defenir se é ou não prioritário, imagina se isso fosso possivel... os homens que já não se entendem, viveriam ainda em maiores conflitos.
Abre esse coração, deixa-o ser ele próprio,
Deixa-o ser livre, ele saberá encontrar os seu limites.

Mano, não queiras destruir nada que não seja para destruir, antes aproveita e cresce, ganha experiência, amanhã és o professor, tens de saber orientar os teus seguidores...

Da tua mana, que muito te ama!

Beijo :)

Joana Marto disse...

Proponho-te um outro verbo: DESCONSTRUIR.
Porque os sonhos não se destroem! Nunca.Seria desumano e impossível.
Os sonhos desconstroem-se para que os percebamos e para que olhemos para dentro deles. A questão é essa! Habituamos-nos a olhar para "o meu sonho", e vê-lo como uma divisa, um poster, uma marca e... uma limitação. E não é isso que queremos!
Desconstrói, pois então! E principalmente, quando chegares ao teu próprio sonho, à sua origem e essência... arrisca-te a ser! Sê o teu próprio sonho!
Verás que acaba por não custar. Porque como tão bem sabes e vives... é muito bom viver! E aquilo a que chamas custar faz parte!
Claro que para isto é preciso coragem, ânimo (anima, em latim, que quer dizer alma ;)) e desprendimento.
Diz-me agora, amigo meu (que ainda tão pouco conheço mas sei!), faltar-te-á algumas destras três forças?
Beijo!

luigi disse...

post girinho e tal...