quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Nós


De salientar que tu e a Bayley sao as unicas caras normais.

Indo ao assunto sério: foi brutal. Pelas músicas, mas tambem pelo ambiente. Nós todos, lá atrás, num banco, e uma vez iam uns... depois outros... depois fui eu. E feito. Concerto feito.

Enquanto voces cantavam uma musica a 4 em que o Ricardo nao estava, virei-me para ele e disse na brincadeira: "Esta é a nossa grande familia gregoriana!". E é mesmo.

Sei que te tem faltado, porque dizes, uma certa reação daquelas pessoas que esperamos sempre que fiquem tao entusiasmadas quanto nós. Eu sei, e percebo-te, como tambem te disse. E nestas alturas que nós somos... a familia gregoriana!

Somos nós que actuamos em frente a 200? 300? 400 pessoas? Nao sei quantas foram, mas as suficientes para encher a igreja.

Somos nós que crescemos à procura dalgo fabuloso. E temos que lutar para isso. E enquanto "lutamos" lado a lado, se reparares, as coisas tornam-se mais faceis.

Estamos na melhor escola do país, diz muita gente entendida da matéria. E é como te digo: a escola faz-se, claro, dos seus professores, mas tambem dos seus alunos!

Enquanto cantavas a tua música a solo, milhares de cabeças pairavam curiosas. Tens uma pose fantastica, e mais que isso, uma voz fantastica. Vais longe, disse nao duvidamos. Nao so eu... somos nós todos que temos a certeza de o teu futuro é certo :)

2 comentários:

Sininho disse...

Foi das poucas vezes que assisti como espectadora. E, como tal, apercebi-me que, de facto, temos um grande potencial como escola, que, como bem disseste, é feita, também dos seus alunos.

Tenho, entre outros, um desejo para 2009:
Que nunca nos tirem este privilégio! Fazer parte da melhor escola de música do país, fazer parte da NOSSA família gregoriana!!

E que este privilégio possa ser usufruído por novos talentos que nos queiram seguir as pisadas! LOOOL :D

Pombo disse...

Concerto fantástico... Que honra poder fazer parte desta família Gregoriana...

Greg allways