sexta-feira, 15 de junho de 2007

Emoções

Descia o elevador, e la dentro eu olhava-me para o espelho.

"'Tás velho, André" - disse uma voz.

Estranhei, olhei para todos os lados, e de novo para o espelho. Nao acredito, la estava ele, no mesmo lugar onde eu estava.

"Sim, Pedro, envelheci nestes 7 dias..... Deverei mandar um berro de alegria? Nao. Mas que raio tás aqui a fazer? Que historia foi aquela? PORQUE?"

"Calma. Decidi voltar, agora mesmo que 'tamos prestes a fazer mais uma loucura! Concentra-te. Depois falamos"

"Seja. Tas preparado?"


"Yep... let's go."

Saímos do prédio, eram 9:30 da noite. Sem luar. Começámos a correr, debaixo de chuva, cobertos com um guarda chuva que, enfim...

"GUARDA CHUVA? LARGA ISSO!" gritou ele. E decidimos correr à chuva.

Corremos em direcção à Quinta da Luz. Sem parar, ou se o fizemos foi para apertar melhor os atacadores, que estupidamente insistiam em sair do sitio.

Chegámos ao local completamente a arfar.

"Isto... é.... de.. loucos" dizia eu.

"Acho que... nao se... esperava.. outra coisa de ti." gozava ele.

Tirei o telemovel. Agora vinha a melhor parte. Começo a telefonar à pessoa que me fizera correr este caminho todo.

"Entao?" perguntava ele

"Nada.. tem o telemovel desligado."

"És taoooo troll. Mas tao troll mesmo. Nao te certificaste se ela tinha o movel ligado antes de sair de casa?"

"Nao..."


Estavamos parados, à chuva, a olhar para o alto do Prédio.

"Alguma sugestao?" perguntei

"Senao fosse eu, senao fosse eu.." dizia ele, enquanto caminhava para a entrada do Prédio.

Agarrei-o pelo braço:

"Hei!! Nao!! N vais tocar à porta!" gritei

"A tua estupidez causa-me impressao, André. Como terao sido estes 7 dias sem mim?"

"Depois falamos"

Vi-o a sacar de um papel.

"Vamos, escrever-lhe uma mensagem"

Escrevi e dei-lhe de novo. Entretanto ele fizera um pequeno monte de pedras, junto à porta do prédio, que se distinga bem do resto. No meio pos a mensagem.

"Quando chegares a casa, avisa-a. Duvido que isto se aguente ate amanha, mas nao custa nada tentar." , disse ele enquanto escondia o papel dobrado.

Fiz um enorme sorriso. 2 cabeças pensam, definitivamente, melhor que 1.

"Vá, vamos para casa. Nao temos mais hipoteses" disse ele, depois de eu ter tentado mais 5 vezes telefonar-lhe.

Saimos a andar. Nao estavamos desolados, vinhamos a rir e cantar bem alto "Fix You", dos Coldplay.

"When you try your best..."

"but you don't succeed!"

Enfim, cansados mas felizes. Porque uma loucura sabe sempre bem.

"Porque voltaste?" perguntei eu, a meio do caminho

"Porque alguem me chamou"

"Quem?" , mas ele nao respondeu. Insisti. "Quem , Pedro? Pensei que tinhas.... " .

Deu uma gargalhada bem alta e disse: "Ora ora ora... nao caias no erro de pensar que és o unico que me conhece!"

E continuamos a andar, a caminhar, enquanto as luzes nos guiavam para casa.

6 comentários:

quem serei eu? disse...

de uma maneira ou de outra... eu senti-me parte do teu lado-oculto!! =)
"eu sou mesmo PARVO"...
"ahahahah... hihihi... pois!!"...

EU OUVI A CHUVA!!!! =)
gosto de ti* (e da tua voz sexy ao telefone!) COMPREENDEDOR!

magui disse...

quem diz duas cabeças... diz 3... ou mesmo 4... tendo em conta q eu também terei o meu lado escondido!!!... e SELVAGEM!!!... grrrrrr...
ADORO O PEDRO!!! =) já nao me aguentava sem ele! BOLAS!

Tiago Krug disse...

E ainda bem que está de volta! Estaremos aqui para o voltar sempre a chamar!
Loucura? Loucura é não ser "louco" nesta vida! =)

Abração André!
E força naquilo que falamos hoje de manhã! =)

Tiago!

Cacao disse...

ainda bem q estás d volta.:)

acho estranho esta coisa de teres outra pessoa em ti.um dia hei-de perceber, quando me contares. maspor mais estranho qe seja. gosto.

Então,e chegaste a ficar de cama por esta loucura? e nem tiveste grandes resultados:P ou tiveste aí no fundo, não sei. diz-me tu.
Ela chegou a ver a carta? ainda nao sei.

Beijinho.
Continua a escrever posts estranhos que nao são asim taaaaaão estranhos;)

Pedro de Arimateia disse...

Isto do Lado-oculto... nem eu sei bem como é, mas na verdade, falamos 1 com o outro. Ja pensei em escrever o post em q explico o pq, mas nunca me surgiu a oportunidade. Agora que lembras, talvez o farei daqui bocado :P

Resultado desta loucura? Bom, uma dorzinha de cabeça, roupas encharcadas, mas valeu a pena, pq a mensagem foi vista :)

Enfim, posso dizer que gostei :P !

Bjs

avioneta mari rits disse...

" ele lá lhe disse a medo: 'o meu nome é Pedro, e o teu qual é?' "