domingo, 28 de setembro de 2008

Missão Oculta

Cheguei, bati à porta. O gabinete tinha um letreiro que dizia: "Gabinete de Jesus. É favor de perturbar e pedir ajuda caso seja preciso. P.s.: Nunca tenho hora de almoço". Fiquei um bocado a medo. Entrar no gabinete d'Ele? Como era Ele, afinal?

"Sim?", ouvi la de dentro. Era uma voz grossa. Abri a porta.

Sentado, com os pés sobre a secretária, estava um homem a ler o jornal. Nao lhe via a cara.

"Ah, és tu, André! Senta-te, senta-te!", e apontou para a cadeira em frente à sua mesa, sem desviar o jornal. Ia-lhe perguntar como sabia que era eu, mas ele fez um sinal de stop com a mao, e disse: "Sabes que eu sei dessas coisas antes de tudo!"

Sentei-me, encolhi-me ligeiramente no meu lugar, e olhei em redor. Era simples, o seu gabinete. Tinha imensas fotografias, de imensos pessoas a sorrir. Foi então que Ele posou o jornal, de ropante, olhou para mim, e disse:

"Gosto de trabalhar com alegria", e dito isto soltou uma enorme gargalhada.

Percebi que algo estava errado. Há minha frente estava um senhor... de cor negra! Levantei-me, preparado a verificar se este era realmente o gabinete de Jesus, mas Ele intrepelou-me:

"É suposto sermos todos brancos?"

Sentei-me de novo. O Jesus... era preto? Agora que penso, que impedia de o ser? Localmente, geograficamente e historicamente, tudo. Mas no Ceu, nada.

"Ontem era loiro, estilo Filandes. Hoje apeteceu-me mudar. ... Queres chocolates?",
disse, tirando uma caixa de bombos... do Continente. As pernas continuavam em cima da mesa, nao se mexia muito, sorria imenso e era calmo.

Enquanto comia uns bonbos, fez-se silêncio. Ele olhava para mim, curioso. Ganhei coragem e perguntei-lhe:

"Desculpe...", mas fui subitamente interrompido por Ele. "Desculpe?!", perguntou com um sorriso ainda maior, "Nao! Desculpa! Isto é de Mim para ti. Vá, deixa-te de cerimónias, fala rapaz!".

Ri-me timidamente. Fogo, mas como é que Ele pensava que isto era? Facil? Era.. Ele!! Sorri com o meu pensamento, e continuei:

"Desculp...a, Jesus, mas ainda nao percebi bem o que estou cá a fazer."

"Isso é mais que natural. Chamei-te, há uns tempos atrás, nao sabia é quando virias! Bom, conversas à parte, toma e lê isto." e tirou de uma pasta cor de pele, pos em cima da mesa, e endireitou-se na cadeira.

Peguei na pasta. Dizia: "CONFIDENCIAL" , bem sublinhado. Em baixo, dizia: "André Fernandes Ferreira". Abri, e na primeira pagina vinha uma fotografia de alguem que eu bem conheço.

"Sara?! Sara Ferreira?!", exclamei. Nao percebi porque é que a Sara estava numa pasta com o meu nome, a dizer confidencial.

"Sim, André. A tua missao."

Claro está, fiz cara de parvo. Jesus riu-se, e continoou:

"A tua missão passa por estares sempre ao lado dela, quando for necessário"

Parecia algo estranho, esta missao. Estar sempre ao lado dela, sabendo que ela tem namorado, soava-me... estupido. Isso faço com qualquer amigo que necessite. Ele percebeu, claro está.

"Não poderás perceber, mas podes fazer. E é tudo o que tenho para te dizer."

Dito isto, levantou-se. Num ápice, visto um casaco, e preparou-se para sair. Foi então que percebi que a pasta tinha mais folhas, e fiquei curioso. Quando me preparava para ver o resto, Ele pos a mao por cima, muito educadamente, e retirou a pasta.

Quando cheguei a casa, olhei para a porta do meu quarto. Lá ainda tenho um papel do Grupo de Jovens em que a letra dela dizia: "Obrigada por olhares por mim :)". Ora... eu é que agradeço!

4 comentários:

Tiago Krug disse...

Agora já sabes porque é que também preencho o meu quarto com muitas fotografias com pessoas a sorrir?
É para Lhe seguir o exemplo!
E aos poucos as nossas gargalhadas vão sendo cada vez mais expontaneas, a nossa voz cada vez mais calma e saberemos melhor que nunca será preciso olhar para a foto que está atrás. Elas revelam-se com o tempo!
Somos para sempre responsaveis por quem cativamos, por quem se entrega em nossos braços, por quem nos abre o coração. Sempre que a nossa harmonia se mantiver. Gosto muito da Sarinha. E é uma sortuda! Calhou-lhe um anjo especial! =)

Anónimo disse...

Bem André, todos temos de ficar ao lado daquele que nos procuram ou precisam de nós.
Eu também me sinto disposta a isso, pois torma-me bastante feliz e util, no entanto sou casada tenho já um filha e isso não me impede de o fazer, só tenho de ir conjugando as duas coisas.
Jesus também tem muitos que O procuram, isso não O impede de nos levar a todos no Seu colo misericordioso, tornando-se mais presente na vida daqueles que mais precisam, pode ser através de ti, de mim, de qualquer que que se disponibelize a isso.
Funciona como um pai ou uma mãe, que têm muitos filhos, amam a todos de igual modo, mas tornam-se mais presentes na vida daqueles que têm mais dificuldades em seguir o seu caminho, mantendo a sua presença obrigatória ou como uma luz que ilumina o seu caminho.
E tu tens tudo para ser o anjo de muita gente!
Tens um lugar que é teu no coração d'Ele! :)
Com as tuas atitudes também te tornas luz no meu caminho.
Paula!

João Carlos disse...

Grande André! Admiro, realmente, aquilo que escreves e aquilo que és! Os teus escritos parecem tirados de um livro tipo tolkien, mas, na verdade, são fruto de alguém que não se cansa de procurar a Verdade, alguém que não se cansa de reflectir sobre a vida e tudo o que sucede na mesma, alguém que não se cansa de procurar Aquele que é o Caminho, a Verdade e a Vida: Jesus Cristo!
Admiro-te por teres tempo no meio de tantos afazeres que tens para O procurar e n'Ele encontrares respostas para as tuas inquietudes. Como eu gostava de ter, também, um pouco de tempo para isso...
Se achares por bem penso retirar um ou outro texto teu para aproveitá-los para as minhas sessões de catequese! xD
Aquele abraço,
João Carlos

Anónimo disse...

Epa André..
Só tenho uma coisa a dizer, talvez seja pouco, mas não o sinto como sendo pouco.. Obrigado por olhares por mim!

Estarei sempre aqui para fazer o mesmo :D

Adoro-te best!!*

Sara Ferreira