segunda-feira, 24 de novembro de 2008

"Hoje proponho-me a..."


Perdoa-se, voltando tudo ao normal, ou perdoa-se, tendo a consciencia de que se.. perdoa?
Nao é necessário que tudo seja como dantes para haver perdao. Apenas tem que haver.. perdao.

Hoje relembro os dias em que fiz voluntariado na Casa do Bom Samaritano.
Bolas, mas isso é relembrar o Verão. E fico num impasse. Faço escalas temporais e ligo acontecimentos em querer, e caio num desanimo.
"Vamos, André. Ja foi!", diz-me Pedro. Compreende-me, e sabe acima de tudo que nao é facil.. perdoar.

E quando estou perto de cair na angustia desse Verão, relembro as meninas com quem partilhei 3 dias, e com quem aprendi tanto.

Respiro, suspiro. E um som de violinio ecoa ao longe. Soa para me acalmar. É a "Paixao Segundo Sao Mateus" , de Bach.

Lembro-me, entao, do desafio que propus ao meus meninos da catequese, quando estávamos de maos dadas na capela:

"Pessoal, desafio para este Advento.... (...Ricardo, dá as maos... Gonçalo, pára de baloiçar, por favor..). Todos os dias, quando acordarem, tem que se propor a voces mesmos um desafio. Dizem: "Hoje proponho-me a...", e escolhem algo que sabem que nao é facil, mas que vai ajudar quem estiver ao vosso lado."

O Francisco soltou logo uma frase: "Tal como nao falar durante as aulas ou ajudar a mae a por a mesa?"

Sorri. Sim! É isso! Temos que descobrir o nosso desafio, e faze-lo conscientes de que ajuda! Claro que pode parecer simples ajudar a mae a por a mesa. Mas todos nós, quando tinhamos aquela idade, nao nos agradava muito.

"É um jogo entre voces e Jesus. O objectivo é sairem todos vencedores: voces se conseguirem completar o desafio, e os que estao ao vosso lado, porque teem a vossa ajuda! E o Jesus ajuda-vos na maneira de melhor se lembrarem de como resolver o desafio!"

Todos os dias tenho feito o meu. E nao é facil! Sim, porque ninguem gosta de desafios faceis, e sei quanto mais alta for a fasquia, melhor será o resultado final.

O mais impressionante é que mesmo a meio do dia, há uma vozinha em mim: "André, tens que resolver o desafio!".

Proponho-me sempre a amar e ajudar, a dar e escutar, mas isso é... natural.

"Hoje proponho-me a..." é o meu tema de Advento. 4 semanas de Desafios.

Para poder fazer um 2009 com 365 Desafios!

6 comentários:

João Carlos disse...

"Hoje proponho-me a...""" excelente mote para este tempo adventício que brevemente iniciaremos! Como dizes são apenas 4 semanas de novos desafios, que podem até passar, ou não, ao lado dos que te rodeiam. Mas sem dúvida que 365 dias de novos desafios... de certeza que ninguém ficará imune a tanta generosidade e, sobretudo, AMOR... presença de Deus no meio de nós! Força, André!

joanamaro disse...

É difícil encontrar comentários para isto... apetece-me fazer uma copia disto e espalhar pelas ruas, pôr no meu blog, gritar por todo o lado como tens razão.
Para mim é tão grande o desafio, custa-me tanto perdoar realmente.. A indiferença não é perdão, acho eu.. Tenho que conseguir ir um pouco mais longe também.mas é tão difícil quando nos magoam realmente e tão fundo...de qualquer modo é esse o espírito, sim!
Obrigada, André

joanamaro disse...

E de facto é engraçado como li o teu post demanha e nao consegui deixar de pensar nele ate agora (desculpa a falta de acentos mas estou a escrever num teclado frances neste momento e ha muita coisa k varia). Mas e verdade. Acho k e muito positivo o k dizes e o modo como pensas, so mostra k tens um coraxao enorme de ouro mesmo, mas eu antes tambem era assim, pelo menos mais do que sou agora. Aprendi k nao posso ser assim ou, pelo menos, n tao sinceramente, para todas as pessoas. Talvez seja dificil perceber mas e o k sinto e o k sei neste momento. E e assim k me saio melhor. Uma bondade inteligente n impede de nos sentirmos bem connosco mesmos tambem e na maioria dos casos e o k funciona. Fazer bem a kem nos ker bem, n fazer mal a kem ja nos fez mal mas n deixar k aconteça de novo. Sim, e a minha conclusao. Talvez mude um dia mais tarde, kuando for grande. :p

De kualker modo o teu post markou realmente o meu dia, andre. e verdade. beijinhos

JFRodrigues disse...

É fantástico o que fazes com as crianças. Gostei de ler o texto, no meu momento de pausa enquanto fazia um relatório cá no IST.
Subitamente apeteceu-me ter um ensaio com as crianças do coro da missa lá das Caldas (re)transmitir-lhes a ideia implícita no texto, ensinar-lhes novas músicas deste tempo que se aproxima, e tocar, tocar, tocar..violino. Mas infelizmente isso já passou, tenho que me preocupar com uns cálculos.
;) Obrigado pelo momento.

Cacao disse...

AI, gostei mesmo deste post! Sou suspeita pq sorri com os nomes dos miúdos, q nao me esqueci. no outro dia estava a percorrer os meus posts antios a procura de "registos natalicios" e encontrei um dos posts paralelos (lembras-te?) sobre "perspectivas p 2008". sorri, os "possíveis" foram TODOS cumpridos. fiquei mesmo contente. A repetir?
Beijinho!

Cacao disse...

(e o look de natal?)